labirintour

O labirinto é um arquétipo da humanidade.

Ao longo dos tempos e em muitas civilizações se conhece a utilização deste símbolo.
Vamos tentar fazer aqui uma descrição da sua mobilidade geográfica, associada à transformação morfológica e utilitária que vai sofrendo ao longo do seu percurso.

Embora o labirinto mais antigo que se conhece (com datação precisa(?)), representado numa placa de argila proveniente do palácio de mítico Nestor, encontrada em Pilos, na Grécia, e datada de cerca de 1200 a.C., parece evidente, pelo testemunho dos exemplares encontrados na Galiza, em Inglaterra e na Sardenha, que este símbolo, que se julga de origem mediterrânica, seja anterior à data atribuída ao labirinto da tábua de argila encontrada no palácio de Nestor. Deste modo, e segundo o arqueólogo galego Dr. Peña Santos (e a comunidade arqueológica em geral) os petróglifos onde estão representados os labirintos galegos datam do III ao II milénios antes da nossa era, o que faz deles os exemplares mais antigos conhecidos até hoje.
...